Cães Híbridos

Ein Hund liegt auf dem Sofa und schaut in die Kamera

O Labradoodle é um cão híbrido. Ele resulta do cruzamento Labrador Retriever com um Caniche.

O que são cães híbridos?

Os cães híbridos resultam do cruzamento de dois cães de raças diferentes. É isso que os distingue dos cães de raça. No entanto, algumas pessoas cruzam intencionalmente cães de raças puras diferentes para combinar características das raças. Neste caso considera-se que se trata de um Designer Dog.

Hoje em dia, os Designer Dogs estão na moda. O primeiro patudo com pais de raças diferentes a tornar-se conhecido foi o Labradoodle, que resultou do cruzamento entre um Labrador Retriever e um Caniche. O criador Wally Conron, a primeira pessoa a fazer este cruzamento, pretendia que o Labradoodle tivesse as características positivas de ambas as raças e assim desenvolver cães guia que não causassem alergias. Estes cães fizeram imenso sucesso e Wally Conron já lamentou ter levado a cabo a sua ideia. Conron considera que abriu a Caixa de Pandora e libertou o Frankenstein com os seus Designer Dogs. O problema é que muitas pessoas viram nestes cruzamentos uma forma de ganhar dinheiro facilmente. Assim, a criação rápida e sem regras destes cães significa que muitos patudos podem ter problemas de saúde.

Qual a diferença entre um híbrido e um Designer Dog?

Todos os Designer Dogs são híbridos. No entanto, nem todos os híbridos são Designer Dogs. Os híbridos nascem muitas vezes por acaso, quando por exemplo uma cadela no cio foge de casa e se encontra com um macho no quintal do lado. Assim, se uma cadela da raça Maltês se cruzar com um Dachshund, o conhecido salsicha, os cachorrinhos vão ter características das duas raças.

Por outro lado, os Designer Dogs resultam de um cruzamento intencional. Assim, se os vizinhos quiserem repetir o cruzamento da sua Maltês com o seu belo "salsicha", o resultado serão vários Designer Dogs.

Os cães híbridos são mais saudáveis?

A primeira geração dos cães híbridos pode ser mais saudável do que os cães de raça. Isto deve-se ao fenómeno da heterose ou vigor híbrido. Ou seja, os cachorrinhos herdam os genes de raças diferentes e os genes recessivos, geralmente responsáveis por doenças genéticas, não se manifestam.

No entanto nem sempre é assim. As pessoas que se dedicam à criação de cães híbridos ou de Designer Dogs não estão obrigados ao cumprimento das regras de reprodução que os criadores de cães de raça seguem. Estas pessoas também não costumam pertencer a associações de criadores. E muitas vezes recorrem a cães de raça com problemas de saúde para a criação de híbridos. Em consequência, o seu patudo pode ter azar e ser um dos que herda os problemas de saúde de um dos seus pais.

Além disso, os híbridos podem sofrer de incompatibilidades resultantes das características dos seus pais. Por exemplo, o Labradoodle tem problemas na pelagem e na pele pois a combinação do pelo do Labrador e do Caniche não resulta bem. Estes patudos também podem ter problemas dentários pois as mandíbulas e dentes dos Labradores e dos Caniches têm tamanhos muito diferentes.

Adquirir um híbrido: aspetos a ter em atenção

Se pretende adquirir um híbrido, em primeiro lugar deve escolher bem o criador. Visitar a casa do criador e conhecer os pais dos cachorrinhos é um ponto que não deve ignorar. Um criador sério não quer vender os seus pequenos patudos a qualquer preço. Pelo contrário, um bom criador preocupa-se com o futuro dos cachorrinhos e quer saber mais sobre os seus futuros donos, por isso não estranhe se lhe fizerem muitas perguntas. O inverso é também verdade, ao conhecer o criador tem a possibilidade de se informar melhor sobre o seu futuro companheiro e sobre a sua família. Peça ao criador informações sobre as doenças típicas dos progenitores e sobre os cuidados de saúde que deve ter. Caso o criador não consiga satisfazer as suas necessidades o melhor é procurar uma alternativa.

O seu pequeno patudo só deve ir para a sua nova casa depois das nove semanas de vida. Até então, o criador deve ter desparasitado e vacinado o seu cachorrinho além de ter tratado do seu passaporte europeu para animais de companhia. Também não se deixe levar pelo preço que lhe pedem. Alguns híbridos são mais caros do que cães de raça, apesar do suposto criador não ter qualquer conhecimento de doenças genéticas ou de como combinar raças.

Os híbridos conseguem ser o melhor das duas raças?

Infelizmente, os híbridos só ficam com o melhor das raças dos pais por acaso, pois geralmente os criadores não abrem mão dos melhores representantes da raça que criam. Assim, é importante deixar claro que os cachorrinhos tanto podem herdar o melhor como o pior dos seus pais em termos de saúde e características genéticas.

Por que razão os híbridos não são considerados cães de raça?

Porque ao cruzar um Caniche com um Pastor Alemão não faz ideia de como vão ser os cachorrinhos. Por exemplo, os cachorrinhos podem ter pelo comprido ou encaracolado, pois podem nascer mais parecidos com o Pastor Alemão ou o Caniche. A imprevisibilidade aumenta ainda mais se cruzar dois híbridos. Nesse caso, os cachorrinhos podem ter apenas características dos Caniches. Assim, geralmente, o cruzamento de híbridos de segunda geração dificilmente é a melhor combinação das duas raças dos seus avós,

No entanto, com o passar do tempo, um híbridos pode vir a constituir uma raça. Este é o objetivo dos criadores do Labradoodle Australiano. No entanto, neste caso já não se pode falar da criação de híbridos. Pois os criadores usam outras raças, como por exemplo o Cão D’Água Irlandês ou o Cocker Spaniel, para conseguir que os descendentes tenham um aspeto uniforme. Outro exemplo é o Kromfohrländer, uma raça desenvolvida na Alemanha, que resulta do cruzamento de Griffons da Vendeia e Fox Terriers. No entanto, devido ao número reduzido de exemplares desta raça, os criadores recorrerem frequentemente a cruzamentos endogâmicos.

Uma raça de cães pode surgir de cães híbridos. O Kromfohrländer é um exemplo.

Um cão híbrido não causa alergias?

Muitas pessoas também querem saber se os híbridos perdem muito pelo ou não, por causa de alergias. No entanto, não é possível prever como nascem os cachorrinhos cujos pais são de raças diferentes. Muitos cães que resultam do cruzamento com Caniches perdem pelo, pois herdam esta característica do outro progenitor. Assim, regra geral os híbridos não são adequados para pessoas com alergias.

Se procura um patudo que não largue pelo, lembre-se de duas coisas. Em primeiro lugar, os cães que não perdem pelo precisam de muitos cuidados. Por exemplo, os Caniches precisam de ser tosquiados regularmente. Em segundo lugar, os cães que não perdem pelo também podem causar alergias.

Quais são as alternativas aos híbridos?

Hoje em dia existem mais de 350 raças de cães reconhecidas, por isso não deve ser difícil encontrar o seu preferido. Além disso, visto que os canis estão cheios de cães à espera de um lar, não faz muito sentido estar a ajudar ao desenvolvimento de nova raças híbridas.

Por exemplo, se procura um cão de raça, que tal um Caniche? Estes patudos são inteligentes e com alguma dedicação consegue educá-lo facilmente. Eles não perdem pelo, contrariamente a muitos cães híbridos, e existem em tamanhos variados, desde o miniatura até ao gigante. Além disso, esta raça existe há séculos e por isso existem muitos criadores. Assim, com uma breve pesquisa consegue encontrar criadores de Caniches sérios e responsáveis. Por fim, pode ainda escolher um rafeiro, um patudo único em personalidade e características físicas. Dezenas de rafeiros esperam ansiosamente por um lar e uma família.

Os nossos artigos mais relevantes
8 min

Adoção de cães

Se quer adotar um cão e está à procura dum cão sem raça definida, deve dirigir-se a uma associação protetora de animais.