Comida para gatos com excesso de peso

Comida para gatos com excesso de peso

Comida para gatos com excesso de peso

Nós, humanos, ganhamos peso e com os gatos pode acontecer o mesmo! Para estes felinos, ágeis e flexíveis por natureza, o excesso de peso pode ser tão prejudicial para eles como é para nós. Demasiada gordura sobrecarrega as articulações, ao mesmo tempo que o metabolismo é alterado – aqui temos um ciclo vicioso: gatos com excesso de peso têm uma certa relutância em movimentar-se e, portanto, continuam a ganhar peso. E a pergunta que se impõe é – o que é um “plano de dieta“ para gatos?

Causas da obesidade nos gatos

A vida dos nossos gatos mudou drasticamente nas últimas centenas de anos. Os gatos selvagens e livres caçavam a sua própria comida. Atualmente, é frequente os gatos de apartamento não serem estimulados da forma adequada, fazendo pouco exercício. Além disso, ingerem alimentos bastante nutritivos, frequentemente em abundância. É comum os donos oferecerem aos seus gatos ração seca a toda a hora, além de porções diárias de comida húmida. Não admira que os gatos tenham peso a mais! Em primeiro lugar, como reconhecer a obesidade nos gatos?

Existe uma regra de ouro a partir da qual se pode orientar:

Em casos graves de peso abaixo do normal, tanto as vértebras como os ossos pélvicos podem ser vistos a olho nu e são fáceis de apalpar. Quando observado de cima, o animal tem uma cintura estreita. Em casos de peso saudável: as costelas podem sentir-se mas não ver-se. O animal tem as ancas visíveis e, quando visto de cima, nota-se a cintura.

Em situações de obesidade, as costelas encontram-se escondidas sob uma camada de gordura mais forte. A gordura armazenada na barriguinha redonda move-se com as corridas, e mal se reconhece a cintura. Em casos graves de obesidade, é praticamente impossível apalpar as costelas. A gordura esconde a cintura e tanto a cara como os flancos se tornam redondos. E assim, o seu gato acaba por se mexer sem grande vontade, passa demasiado tempo a dormir e, possivelmente, ainda come mais... Um ciclo vicioso.

Chegou o momento de agir, pois o excesso de peso sobrecarrega o corpo do gato! O primeiro passo para contrariar esta situação, é proporcionar mais ação ao seu gato. Brincar com o seu pequeno felino e oferecer-lhe um trepador divertido, uma cana de brincar ou mesmo um novo brinquedo para se manter ativo. Uma dica: experimente fazer você mesmo os brinquedos para o seu gato – é fácil e barato!

Dieta para gatos com excesso de peso

Para que o seu gato emagreça, é necessário que faça exercício e que essa atividade física seja acompanhada por um plano de dieta sofisticado. Mas tenha cuidado: os gatos reagem de forma bastante sensível à libertação espontânea de reservas de gordura! A perda radical de gordura pode ter como consequência a chamada “lipidose hepática“ ou “fígado gordo“. Além disso, os gatos com excesso de peso não precisam de ingerir tantas calorias como os seus pares mais ativos, mas sim muitas vitaminas e minerais. Uma boa solução são os alimentos adaptados às necessidades particulares dos gatos obesos, que irão ajudá-los a perder peso suavemente, sem comprometer a sua saúde.

E a verdade é que as lojas especializadas e mesmo os supermercados têm já disponível uma gama considerável de produtos light para gatos com excesso de peso. São alimentos pobres em calorias, mas fornecendo, ao mesmo tempo, nutrientes suficientes para que o seu animal se mantenha saudável. Existem aditivos, tais como o aminoácido L-carnitina, que podem ter um efeito benéfico na manutenção do peso. Uma relação equilibrada cálcio/fósforo é também importante para o equilíbrio mineral no corpo do animal, podendo igualmente reduzir o risco de desenvolverem cálculos urinários e renais. Proteínas de qualidade saciam o animal, tendo, assim, menos fome.

Mas nem sempre “light” é sinónimo de qualidade. Existem dezenas de variedades de alimentos para gatos com calorias reduzidas. Tenha cuidado para não ficar obcecado com os produtos light e preste atenção às indicações nutricionais da embalagem. Mesmo falando de comida para gatos com excesso de peso, é importante não esquecer a regra fundamental – os gatos são animais carnívoros e precisam de proteínas de elevada qualidade na sua dieta. Os hidratos de carbono não são vantajosos para eles. Desta forma, as proteínas são o componente mais importante para os gatos e é quase indispensável que estejam em primeiro lugar na lista de ingredientes dos produtos. Subprodutos de origem vegetal ou cereais devem entrar o mínimo possível na composição da comida para gatos, pois permitem que a percentagem de hidratos de carbono, com pouca utilidade, aumente rapidamente – acabando, também, por sobrecarregar os órgãos do animal. Esteja igualmente atento a referências como “carne e subprodutos de origem animal”, pois aqui podem incluir-se órgãos como o figado ou o baço e até mesmo pelos e chifres.

A propósito: o seu veterinário pode ajudá-lo e oferecer-lhe conselhos durante o período de dieta do seu gato! Poderá determinar em que grau de obesidade se insere o animal e recomendar um plano nutricional ponderado para que o gato possa emagrecer com saúde.

Para si e para o seu gato – tudo do melhor!

Os nossos artigos mais relevantes