Treinar o seu gato com a ajuda de um clicker

O treino com clicker é um método educativo inovador para cavalos e cães. No entanto, treinar gatos com clicker está a tornar-se um método bastante popular. Em seguida explicamos tudo o que precisa saber sobre como treinar o seu gato com clicker.

O que é treino com clicker para gatos?

O clicker é um pequeno aparelho que ao ser apertado produz estalidos. Mas é mesmo possível treinar os gatos com este aparelho? Na verdade a capacidade de aprendizagem dos gatos é bastante maior do que parece à primeira vista. Muitos gatos são descritos como teimosos, mas a sua vontade de aprender aumenta se perceberem que vão ganhar alguma coisa com o processo. Ao usar o clicker para treinar o seu gato dá-lhe a oportunidade de receber uma recompensa, por exemplo, uma guloseima. Ou seja, o gato aprende que a um determinado comportamento se segue o clique e a recompensa. Este método põe fim a punições por comportamentos indesejados, pois não existem consequências negativas caso o gato não reaja da forma esperada. É a recompensa que leva o gato a compreender que vale a pena participar no treino. Assim, este método desperta o interesse mesmo nos pequenos felinos mais preguiçosos.
Além disso, com a ajuda do cliker pode também corrigir comportamentos indesejados. Por fim, este método ajuda a fortalecer os laços e a confiança entre o gato e o seu dono.

O cliker

Este aparelho consiste numa tira de metal em tensão dentro de um invólucro plástico com um botão. Ao apertar o botão o mecanismo liberta a tensão da tira de metal provocando o tal estalido. No entanto, ao escolher um clicker deve verificar se este é adequado para gatos. Como se sabe, estes animais têm uma capacidade auditiva muito apurada e por isso o som de alguns clicker pode ser demasiado alto. Mas pode fazer um teste simples para verificar se tem o clicker adequado. Ou seja, antes de iniciar o treino, faça um clique perto do seu gato e veja a sua reação. Se ele ficar assustado significa que o barulho é muito alto.

  • Clicker prático para treinar gatos.
  • O treino permite reduzir os comportamentos indesejados através do reforço positivo.
  • Este método baseia-se em evidencias científicas.
  • A sua forma oval ajusta-se perfeitamente à mão.

Como se processa o treino?

Quando for treinar o seu gato é aconselhável escolher um local calmo, onde o seu pequeno felino não tenha distrações. Nesta primeira fase, o gato tem de se concentrar no clique para perceber que após o som vai receber uma recompensa.

Este método foi primariamente desenvolvido para treinar cães. E sempre que o cão reagisse de forma correta a uma ordem, ouvia o clique e recebia de imediato uma guloseima. Com o tempo, o cão passa a associar o clique à recompensa. Assim, o cão vê o clicker como uma coisa positiva. Por isso, sempre que o seu dono tem o aparelho na mão, o cão vai tentar comportar-se de forma correta para ser recompensado.

Mas já chega de teoria. Na prática, como é que se inicia o treino dos gatos com o clicker? Em primeiro lugar, aproxime-se do seu gato, faça um clique e recompense-o. A seguir a um clique segue-se sempre uma recompensa num intervalo máximo de 2 segundos. No entanto, alguns gatos não se deixam convencer facilmente. Por isso, este exercício deve ser repetido várias vezes ao dia até que o gato reconheça o clique e o associe à recompensa.

O condicionamento clássico e o condicionamento operante

Nesta fase procura fazer-se o chamado condicionamento clássico. Isto é, fazer com que gato associe o estímulo neutro, neste caso o clique, ao um estímulo incondicionado, a guloseima. Este princípio comportamental emerge naturalmente e é facilmente observável. Por exemplo, quando o gato vai a correr para o comedouro ao ouvir mexer no saco da comida.
Depois do condicionamento clássico segue-se o condicionamento operante. Nesta fase o gato deve associar um determinado comportamento à recompensa. Por exemplo, para ensinar o comando “senta”. Assim, quando o seu pequeno felino se sentar, diga de forma clara “senta” e faça um clique. A recompensa deve ser dada de imediato. Pode levar o seu gato a sentar-se ao segurar numa guloseima ou num brinquedo por cima da cabeça dele. Geralmente os gatos sentam-se para conseguirem ver melhor o objeto. Também pode usar o capturing, ou seja, “capturar” o comportamento no dia a dia. Assim, o gato aprende que a um certo comportamento, neste caso o sentar, segue-se um clique e uma recompensa. O seu gato vai então repetir o comportamento com maior frequência.
No caso de passado algum tempo o seu pequeno felino não demonstrar qualquer interesse no clicker, deve suspender o treino, pois não há forma de forçar um gato a fazer o que ele não quer. Assim, ao insistir vai apenas aumentar a frustração. Por isso opte por sessões de treino curtas para não sobrecarregar ou frustrar o seu gato.

Os nossos artigos mais relevantes