Como educar um gato

Como educar um gato

Como educar um gato

Aprendizagem dos gatinhos

É verdade – até os gatinhos têm que aprender, com a mãe ou com os irmãos, mas não só. No entanto, os gatos são animais que não adotam todos os comportamentos que observam. Apenas atitudes de auto-formação, que os gatos reconhecem como benéficas, serão incorporadas no seu comportamento. Durante o processo de aprendizagem, os gatinhos beneficiam das suas capacidades especiais de observação.

Os gatinhos ganham alguma experiência através da observação dos seus pais e irmãos. Gatos criados de forma isolada encaram qualquer animal desconhecido como um companheiro. O primeiro ensinamento passa pela diferenciação entre presa e inimigo. Para que lhes possa ensinar e conseguir desencadear a captura de uma presa, os gatos precisam de um pequeno animal e desta forma se aprefeiçoarão, a cada tentativa, as várias fases de captura – esconder-se, esgueirar-se, atrair e saltar. Cada uma das tentativas é importante para a aprendizagem, tal como os erros. Quanto mais rapidamente o animal aperfeiçoar o comportamento, mais rapidamente será um caçador de excelência.

A aprendizagem no dia a dia

Graças às suas fantásticas capacidades de orientação no espaço e de memória espacial, um gato lembrar-se-á de um local onde terá apanhado um rato, e isto após uma única experiência positiva. Os bons desempenhos na aprendizagem verificam-se também a outros níveis, não indispensáveis à sobrevivência. Alguns gatos aprendem, por exemplo, a abrir uma porta; outros aprendem a usar uma casa de banho; outros ainda, aprendem rituais de alimentação – pegar no comedouro é suficiente para que os animais saibam que vale a pena sair do sofá. Muitos dos procedimentos de aprendizagem podem ser incorporados pelos donos, perspicazes e sensíves, no dia a dia e a verdade é que, tal como no caso dos cães, se conseguem êxitos.

Kitten mit mama
Katte snack
Stueren kat
Os nossos artigos mais relevantes